O sistema de saúde pode enfrentar o desafio da gripe pandêmica? Considerações de planejamento, ética e força de trabalho

O plano federal de gripe pandêmica prevê que 30% da população pode estar infectada. O
impacto dessa pandemia sobrecarregaria rapidamente os sistemas de saúde pública e de
prestação de serviços de saúde nos EUA e em todo o mundo. O aumento da capacidade de
pessoal, a disponibilidade de medicamentos e suprimentos e os meios alternativos de
atendimento devem ser incluídos nos planos detalhados que são testados e detalhados com
antecedência. Informações precisas sobre a doença devem ser disponibilizadas à equipe de
saúde e ao público para reduzir o medo. Os porta-vozes devem fornecer mensagens claras e
consistentes sobre a doença, incluindo ações a serem tomadas para conter sua propagação e
tratar os aflitos.
O atendimento domiciliar será especialmente importante, pois os hospitais
serão rapidamente sobrecarregados. A equipe deve estar preparada com antecedência para
garantir sua capacidade e vontade de se reportar ao trabalho, e a saúde pública deve planejar
com antecedência para enfrentar adequadamente questões éticas que surgirão com relação à
disponibilidade de recursos de tratamento. Toda a comunidade deve trabalhar em conjunto
para enfrentar os desafios impostos por uma epidemia. A identificação e a resolução desses
desafios e questões são essenciais para alcançar a preparação adequada para a saúde pública. https://jocross.com.br/lp/unimed-joao-pessoa/