AS DOENÇAS E O PLANO DE SAÚDE

Dito isto, as doenças não transmissíveis nos países em desenvolvimento estão
crescendo. São doenças que normalmente associamos a países mais ricos –
câncer, hipertensão, diabetes e doenças cardíacas. Teremos que prestar mais
atenção a essas doenças e à sua aparência em países onde tradicionalmente
pensávamos que a infecção era a principal preocupação.
Felizmente, a tecnologia facilita a prevenção, a detecção e o tratamento dessas
condições. Com o desenvolvimento de registros eletrônicos de saúde,
tratamento remoto e a capacidade de compartilhar dados on-line, temos uma
série de novas soluções de saúde disponíveis, mesmo em ambientes de baixa
renda.
Site da unimed fortaleza
O uso de tecnologias móveis para coletar e distribuir informações ajudou
significativamente na prevenção e tratamento de doenças.
Recentemente, tive a chance de conversar com Chen Zhu, ex-ministro da
Saúde da China. Seu país analisou as evidências do vínculo entre saúde e
produtividade e está votando com seu bolso de maneira dramática. A China
está aumentando os gastos na prestação de serviços de saúde e vem
aumentando constantemente a pesquisa biomédica entre 20% e 25% ao
ano. Nesse ritmo, a China logo estará gastando mais nessa área do que os
EUA – e isso está gastando em dólares absolutos, não apenas como uma
porcentagem do PIB.